Friday, 14 de June de 2024
26°

Tempo limpo

Cachoeiro de Itapemirim, ES

Economia Negócios

Americana, em São Paulo, vence prêmio Cidades Amigas do 5G

Porto Alegre (RS) foi a capital mais bem colocada no ranking de 2023 e Curitiba (PR) foi a primeira colocada no ranking Cidades com Serviços Inteli...

19/09/2023 às 14h46
Por: Cidade na Rede Fonte: Agência Dino
Compartilhe:
Ricardo Ribeiro/Telebrasil
Ricardo Ribeiro/Telebrasil

A cidade de Americana, em São Paulo, venceu a edição de 2023 do Ranking Cidades Amigas do 5G, divulgado pela Conexis Brasil Digital durante o Painel Telebrasil Summit 2023. Na oitava colocação, Porto Alegre (RS) foi a capital mais bem colocada no ranking de 2023.

O prêmio reconhece as ações dos municípios para incentivar a implantação de infraestrutura de telecomunicações e a expansão da conectividade. O levantamento, contratado pela Conexis, foi realizado pela consultoria Teleco e avaliou 201 municípios brasileiros, todos com mais de 150 mil habitantes.

Entre as 10 primeiras colocadas no ranking, nove são do estado de São Paulo: Americana (1º), Jacareí (2º), Pindamonhangaba (3º), Indaiatuba (4º), Jaú (5º), Mogi Guaçu (6º), Bauru (7º), Itu (9º) e Araraquara (10º). Esse resultado do estado de São Paulo foi obtido em função do Seminário Tecnocidades e demais ações da agência Investe SP.

O ranking também classificou as cidades que mais avançaram posições e Americana também foi destaque nessa categoria, sendo a premiada da região Sudeste.

Das cidades mais bem classificadas no ranking, observa-se normativos municipais que contemplam as diretrizes da legislação federal (Lei Federal 13.116/2015 e Decreto Federal 10.480/2020). Dentre os pontos observados nas primeiras colocadas, temos:

- Autorização para instalação em até 60 dias;

- Centralização e simplificação de procedimentos administrativos;

- Processos e documentação claramente definida;

- Cobrança de taxas condizentes ao valor efetivamente necessário para execução do licenciamento municipal.

O ranking Cidades Amigas do 5G substituiu o Cidades Amigas da Internet e se alinhou à chegada da nova tecnologia ao país. Em um pouco mais de 1 ano de operação no Brasil, o 5G já chegou a mais de 12,7 milhões de acessos e mais de 170 cidades atendidas.

Além da adequação da legislação municipal à Lei Geral de Antenas, o levantamento também avalia a burocracia enfrentada pelas empresas para instalar antenas como, por exemplo, a necessidade de ir fazer a solicitação em mais de um órgão municipal; o prazo para a instalação e o custo.

“As empresas têm cumprido o seu papel e estão investindo para a expansão do 5G, atendendo muito além das metas definidas pela Anatel, mas para que a nova tecnologia chegue a cada vez mais brasileiros é preciso que o poder público municipal mantenha um ambiente favorável para a implantação e expansão das infraestruturas de telecomunicações em seu território. Precisamos que as cidades que ainda não o fizeram atualizem suas leis de antenas. Além disso, é preciso que as cidades desburocratizem o processo dando celeridade aos protocolos”, afirmou o presidente executivo da Conexis, Marcos Ferrari.

Ferrari destaca que hoje as antenas são pequenas, podem ser instaladas nas fachadas de edifícios ou no mobiliário urbano, mas muitas cidades ainda tratam a instalação dessas infraestruturas como se fosse uma construção de edificação.

Destaques regionais

Entre os destaques por região, as cidades premiadas nessa edição são: na região Norte, a cidade de Ananindeua (PA); no Nordeste, Salvador (BA); no Centro-Oeste, Anápolis (GO); no Sudeste, Americana (SP); e no Sul, Canoas (RS).

O Ranking das Cidades Amigas do 5G destaca entre as cidades com mais de 150 mil habitantes aquelas que oferecem um ambiente adequado à instalação de infraestrutura de redes de telecomunicações, como antenas e fibra óptica. Esta é a oitava edição do ranking, que tem mostrado avanços importantes de algumas cidades que já alteraram sua lei municipal ou já promoveram mudanças nos processos de licenciamento.

Por outro lado, o levantamento indica que ainda há muitos municípios com processos de licenciamento caros, burocráticos, lentos e com leis desatualizadas, dificultando o avanço da conectividade, que é a base do desenvolvimento da economia das cidades e do bem-estar de seus cidadãos.

Piores notas

A cidade com nota geral mais baixa no ranking de 2023 foi Petrolina (PE). Já Palmas é a capital que mais precisa fazer mudanças na lei de antenas para incentivar a conectividade. A capital do Tocantins ficou na 196ª posição. Na lista das 10 cidades que mais precisam de ajustes nas legislações estão: Jundiaí (SP), Caucaia (CE), Olinda (PE), Maracanaú (CE), Taboão da Serra (SP), Ipatinga (MG), Maricá (RJ) e Alvorada (RS).

Entre os principais problemas encontrados nas cidades com as notas mais baixas no ranking estão:

- Restrições para a instalação de infraestrutura, fixando distância entre antenas e edificações como hospitais e escolas e restringindo a instalação em determinados locais, como, por exemplo, áreas residenciais;

- Exigência de anuência de moradores vizinhos para instalação de antenas;

- Exigência de licenciamento ambiental de forma geral, em conflito com as diretrizes da legislação federal que determina somente para supressão de vegetação e área de proteção;

- Levam mais de seis meses para emitir as autorizações.

Cidade com Serviços Inteligentes

Capital do Paraná, Curitiba ficou em primeiro lugar no Ranking das Cidades com Serviços Inteligentes. Segundo o levantamento, Curitiba possui 21 dos 27 serviços inteligentes pesquisados, sendo que três deles foram oferecidos entre 2021 e 2022.

São considerados serviços utilizados diretamente pelo cidadão nas áreas de mobilidade urbana, e-gov, saúde, educação e meio ambiente, como sensor de vagas de estacionamento; controle de trânsito; bilhete eletrônico; emissão de licenças; certidões e permissões de forma digital; emissão de boletos de tributos online; agendamento de consultas pela internet ou telefone; matrícula online; medidores inteligentes de energia; entre outros.

“O ranking das Cidades com Serviços Inteligentes avalia a existência e o grau de utilização de serviços inteligentes nas cidades. A infraestrutura de telecomunicações é a base para a disponibilização desses serviços para a população. Aqui, o maior beneficiado é o cidadão, com serviços públicos mais eficientes e que facilitam a sua vida.”, afirmou o coordenador de Infraestrutura da Conexis, Diogo Della Torres.

Todos os rankings podem ser acessados em www.conecte5g.com.br.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Cachoeiro de Itapemirim, ES Atualizado às 10h02 - Fonte: ClimaTempo
26°
Tempo limpo

Mín. 16° Máx. 30°

Sat 29°C 15°C
Sun 31°C 17°C
Mon 30°C 17°C
Tue 31°C 18°C
Wed 31°C 20°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes