Domingo, 05 de Dezembro de 2021
24°

Pancada de chuva

Cachoeiro de Itapemirim - ES

Internacional Mulher intersexual

Mulher vai ao médico por causa de uma dor no tornozelo e descobre que ela nasceu homem e é intersexual

A mulher sofre de uma doença chamada disgenesia gonadal parcial, um distúrbio do desenvolvimento sexual associado a anormalidades nos órgãos reprodutivos que leva à ambiguidade genital.

15/03/2021 às 14h53 Atualizada em 15/03/2021 às 15h02
Por: DoValle Fonte: PortalPadom
Compartilhe:
Mulher vai ao médico por causa de uma dor no tornozelo e descobre que ela nasceu homem e é intersexual

Uma chinesa que tentou engravidar por cerca de um ano ficou surpresa ao descobrir que nascera menino e que é intersexual (doença genética que se manifesta no desenvolvimento dos órgãos sexuais), após ter ido ao hospital por causa de uma lesão no tornozelo, relatou South China Morning Post.

 

Segundo relatos, quando o médico revisou a radiografia, percebeu que os ossos da paciente não estavam totalmente desenvolvidos e que ela ainda apresentava as características ósseas de uma adolescente, fato que intrigou o médico.

Durante o interrogatório médico, a jovem de 25 anos confessou que nunca havia menstruado, situação pela qual sua mãe a havia levado anos atrás a um especialista, que lhe garantiu que seu desenvolvimento sexual estava mais lento do que o normal e que ela teria sua menarca eventualmente. “Quando eu cresci, esse assunto parecia muito embaraçoso para mim, então eu não o levei a sério”, disse ele.

Os resultados de uma série de testes endocrinológicos realizados nela mostraram que ela sofria de pressão alta e baixo nível de potássio no sangue, um sintoma típico de uma doença chamada hiperplasia adrenal congênita, que pode causar um distúrbio do desenvolvimento sexual.

No entanto, um teste genético mostrou que suas glândulas suprarrenais não eram responsáveis ??por sua incapacidade de engravidar ou sua ausência de menstruação. A verdadeira causa foi encontrada em nível cromossômico, já que a paciente é portadora de um cariótipo masculino 46 XY, condição conhecida como disgenesia gonadal parcial.

É um distúrbio do desenvolvimento sexual associado a anormalidades no desenvolvimento dos órgãos reprodutivos que dá origem a ambiguidades genitais em graus variáveis ??em cada paciente.

A série de estudos realizados após a verificação de sua intersexualidade não evidenciou a presença de genitália masculina interna. “Não encontramos testículos escondidos em seu corpo. Talvez seja porque ela tem idade suficiente e eles se degeneraram e atrofiaram”, disse Dong Fengqin, um endocrinologista que tratou da mulher.

“Apesar da falta de menstruação, ‘Pingping’ [nome fictício dado à paciente] não tinha razão para suspeitar que ela era outra coisa senão uma mulher biológica porque ela tinha genitália feminina externa”, escreveu o Primeiro Hospital Afiliado da Faculdade de Medicina da Universidade de Zhejiang em um comunicado.

Agora que as condições causadas pela hiperplasia adrenal foram controladas, a mulher terá que decidir sobre o sexo com o qual deseja se identificar e assumir sua identidade a partir dele. “Demora muito para reconstruir o papel social e reconstruir a família. Será um processo trabalhoso, no qual é necessária uma intervenção psicológica”, disse Hu Shaohua, vice-diretor do Centro de Saúde Mental do hospital onde ela é tratada, que garantiu que a paciente ainda não solicitou apoio psicológico.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.