Sábado, 10 de Dezembro de 2022
19°

Poucas nuvens

Cachoeiro de Itapemirim - ES

Tecnologia Tecnologia

CVC se destaca como meio de investimento em startups

Segundo levantamento da Cortex, o Brasil tem 11.562 startups ativas; especialista comenta os principais meios para investir em startups, como o CVC...

28/09/2022 às 18h50
Por: Cidade na Rede Fonte: Agência Dino
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Iniciativas que giram em torno de ideias inovadoras e possuem um modelo de negócios escalável, as startups ganham espaço no Brasil e entram na mira de investidores. Segundo um balanço recente da Cortex, há 11.562 startups ativas no país. O segmento de Tecnologia da Informação (28%) ocupa o primeiro lugar dentre as áreas de atuação, seguido pelo setor de Serviços (22%), Varejo (16%), Indústria (11%) e Financeiro (6%).

O levantamento mostra que o estado de São Paulo tem a maior concentração de startups brasileiras (49,7%), seguido por Minas Gerais (8%) e Rio de Janeiro (8%). Juntos, os estados da região Sul concentram 22% das startups do país, enquanto o Nordeste detém 5,6% das iniciativas do gênero.

Nos nove primeiros meses de 2021, o investimento em startups no país chegou a US$ 662,1 milhões (R$ 3,424 bilhões), o maior volume desde 2000, conforme publicado pelo MIT Technology Review Brasil.

Peter Seiffert, founder e CEO da Valetec Capital, gestora de investimentos em participações, observa que o papel das startups é promover a inovação e a criação de soluções eficientes em cada área de atuação. “Para empresas tradicionais, o caminho é acompanhar essa transformação e aproveitar o que essas novas organizações podem oferecer para contribuir com o mercado”.

Seiffert destaca que as empresas menores apresentam mais agilidade e ousadia e podem ensinar às grandes corporações algumas lições de inovação que podem mudar indústrias inteiras. “Isso significa que a inovação precisa estar na mentalidade do líder e no cotidiano de toda empresa, seja ela de qual tamanho for”.

CVC: modalidade de investimento ganha destaque 

De acordo com Seiffert, há diversas alternativas para quem busca investir em startups no país. “O investimento por meio de uma aceleradora é uma boa opção para uma startup em seu estágio inicial, já que esse tipo de organização oferece muito mais do que o simples apoio financeiro”, afirma.

Além disso, prossegue, é possível investir em uma startup como um investidor-anjo, capital semente e private equity. Para o founder e CEO da Valetec Capital, os fundos de CVC (Corporate Venture Capitals, na sigla em inglês - Capital de Risco Corporativo, em português) estão entre as principais opções para investir em uma startup. 

Entre janeiro e julho de 2022, o volume de aportes de fundos de CVC no país chegou a US$ 622 milhões (R$ 3217,05 milhões), valor três vezes maior do que o registrado em 2020, conforme dados do estudo Corporate Venture Capital Report 2021. A nível mundial, os investimentos já são de cerca de US$ 80 bilhões (R$ 413,77 bilhões). 

Ao longo de vinte anos, o Brasil recebeu 162 rodadas de investimento envolvendo CVCs - 212, quando consideradas as rodadas sem valores revelados -, um total de US$ 1,3 bilhão (R$ 6,72 bilhões). 

Para mais informações, basta acessar: http://www.valelec.com.br/

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Cachoeiro de Itapemirim - ES Atualizado às 03h07 - Fonte: ClimaTempo
19°
Poucas nuvens

Mín. 18° Máx. 30°

Dom 33°C 19°C
Seg 33°C 21°C
Ter 30°C 21°C
Qua 28°C 20°C
Qui 26°C 21°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes