Quinta, 29 de Setembro de 2022
21°

Chuva

Cachoeiro de Itapemirim - ES

Economia Negócios

Compradores buscam saber se o veículo tem passagem por leilão

Nem sempre os carros leiloados apresentam falhas e defeitos, alguns somente foram colocados em leilão por questões financeiras. Veículos revendidos...

22/09/2022 às 15h35
Por: Cidade na Rede Fonte: Agência Dino
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Ao trocar ou adquirir um carro, muitas pessoas acabam optando por veículos seminovos ou usados ao invés de comprar um carro zero-quilômetro. No caso de um veículo zero-quilômetro a procedência é garantida pela montadora, porém quando se trata de um veículo seminovo ou usado a história fica um pouco diferente, porque o veículo já esteve em circulação antes e é possível que tenha sido obtido num leilão, podendo ter no histórico passado por alguma situação adversa, como batida ou alagamento, que pode ter comprometido a estrutura original e algum reparo pode ter ocorrido neste tempo.

Os carros vendidos em leilões nem sempre apresentam defeitos. Existem situações financeiras também que podem conduzir um veículo ao leilão, porém não são informados pelas concessionárias, da mesma forma, não é informada a procedência do veículo para venda. “Os veículos de leilão têm ganhado um crescente número de adeptos e pessoas que abandonaram o preconceito que envolvia tal modo de compra, visto o preço absurdo dos automóveis zero-quilômetro nos últimos anos”, conta Gustavo Fonseca, CEO, diretor e fundador da Doutor Multas, site especializado em direito de trânsito do Brasil.

Segundo Gustavo, a principal diferença está nos valores que são bem menores e os veículos de leilão podem ter a mesma qualidade que os carros vendidos em lojas comuns. Geralmente os carros que vão a leilão são de pessoas que não conseguiram pagar o valor do financiamento para a financiadora, então muitas vezes esses veículos estão supernovos e conservados. “A passagem pelo leilão não fica registrada em nenhum documento do veículo, por isso os proprietários não têm como saber”, destaca Gustavo. Portanto, para descobrir é necessário pagar para fazer uma perícia veicular ou consultar o histórico do veículo.

Gustavo Fonseca ainda acrescenta que não é possível realizar a consulta de forma gratuita, existem empresas que realizam essas consultas pela internet, nos seus sites e a consulta também pode ser feita através de um despachante veicular. A perícia também é uma forma de avaliar se o carro foi modificado ou sofreu algum acidente anterior à aquisição.

“A consulta e a perícia são formas de garantir a segurança do proprietário sobre o automóvel escolhido e pode evitar sustos se um dia for vender este veículo para outra pessoa, porque na venda uma perícia deverá ser realizada e esta pode acabar apontando problemas que não eram conhecidos antes pelo proprietário”, orienta o CEO da Doutor Multas. Os veículos não passam por nenhum tipo de vistoria, então podem apresentar problemas graves ou que não faça valer a pena a compra, por isso é um risco grande. Gustavo finaliza recomendando que é importante realizar uma consulta para ver se o veículo possui algum sinistro registrado.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Cachoeiro de Itapemirim - ES Atualizado às 08h06 - Fonte: ClimaTempo
21°
Chuva

Mín. 19° Máx. 24°

Sex 24°C 19°C
Sáb 26°C 19°C
Dom 27°C 19°C
Seg 28°C 18°C
Ter 31°C 20°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes