Terça, 02 de Março de 2021 13:22
28 99945 7577
Polícia Policia

Quase 6 mil detentos ainda não retornaram à prisão após ‘saidinha’ no RJ

.

18/01/2021 16h44
Por: Cidade na Rede Fonte: Terra Brasil
Quase 6 mil detentos ainda não retornaram à prisão após ‘saidinha’ no RJ

No Rio de Janeiro, 5.636 detentos que cumprem pena no regime semiaberto foram autorizados a permanecer em prisão domiciliar, devido à pandemia do novo Coronavírus. As saídas dos detentos vêm ocorrendo desde março do ano passado.


Desde então, o planejamento do retorno de milhares de detentos para as cadeias do estado têm sido difícil, pois é necessário evitar a contaminação daqueles que permaneceram atrás das grades.

Em São Paulo, quase 1.700 detentos não voltaram aos presídios, em decorrência da “saidinha” de Natal e Ano Novo.

O juiz Rafael Estrela chegou a determinar o retorno dos detentos em setembro do ano passado. Porém, a decisão foi suspensa liminarmente pela Defensoria Pública. O prazo de 90 dias para que a situação seja reanalisada pela VEP (Vara de Execuções Penais), se encerra no dia 24 de janeiro.

Adriana Ferreira Almeida, conhecida como Viúva da Mega-Sena, é uma das presas com o retorno indefinido. Ela, que foi condenada a 20 anos por ser mandante do assassinato do marido, ganhou a chamada “saidinha” de Natal e saiu no dia 24 de dezembro.

A ex-cabelereira, ao lado de Suzane von Richthofen e outros, se encaixa na questão dos acusados de crimes hediondos que ainda recebem o benefício.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.