Sábado, 10 de Dezembro de 2022
19°

Poucas nuvens

Cachoeiro de Itapemirim - ES

Entretenimento Entretenimento

Instituições culturais de São Paulo contam com acessibilidade além das rampas

Dia da Luta das Pessoas com Deficiência joga luz em questões de acessibilidade em equipamentos culturais pela cidade

27/09/2022 às 17h10
Por: Cidade na Rede Fonte: Agência Dino
Compartilhe:
Crédito Giuliano Giarolo
Crédito Giuliano Giarolo

Em setembro é celebrado o Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência (21) com o objetivo de conscientizar e fomentar a inclusão das pessoas com deficiência na sociedade. Criada oficialmente em 2005, a data traz visibilidade para o avanço dessa luta, que já teve muitas conquistas como a Lei de Acessibilidade (LEI No 10.098, de 2000), que também abrange os edifícios e imóveis declarados bens de interesse cultural ou de valor histórico-artístico.

Na capital paulista, diversas instituições culturais buscam se adequar às necessidades desse público e hoje trabalham com programas de acessibilidade como videoguias e audioguias, piso tátil, conteúdos em Braille, rampas de acesso e elevadores, entre outros recursos. Um dos exemplos é o Museu do Futebol, com pisos e recursos táteis, jogos interativos adaptados, audiodescrição do museu e informações em braile, além de guias disponíveis para auxiliar pessoas com deficiência durante toda a visita ao espaço dedicado ao esporte de paixão nacional.

Na região central da cidade, a Japan House São Paulo tem destaque para a acessibilidade digital com a inclusão de Libras, audiodescrição, legendas (closed caption) e a #pracegover em seus conteúdos digitais e exposições em cartaz nos dois ambientes expositivos em sua sede na Avenida Paulista. O canal da instituição nipônica no YouTube traz uma lista de reprodução com diversos conteúdos acessíveis como palestras, workshops e oficinas. Além disso, a instituição possui o Selo de Acessibilidade Arquitetônica, concedido pela Secretária Municipal da Pessoa com Deficiência da Cidade de São Paulo, que certifica a edificação como adequada ao uso por pessoas com deficiência. O espaço possui amplo acesso via rampas e elevadores, maquete tátil do edifício e do entorno, piso e pranchas táteis dos elementos das exposições e visitas mediadas com audiodescrição.

Reaberto recentemente, o Museu do Ipiranga passou por uma reforma completa, que incluiu em sua estrutura original diversos recursos acessíveis - cerca de 300 materiais multissensoriais. Dentre os destaques estão telas táteis, reprodução em metal, maquetes tridimensionais e miniaturas táteis de esculturas e objetos em exposição, além de quadros reproduzidos de forma tátil, seja em placas de metal ou madeira. As exposições permanentes também contam com legendas e textos em Braille, piso adaptado para maior mobilidade, descrições audiovisuais, traduções em Libras e legendas em ambientes multimídia.

No Brasil, país que possui 17,3% milhões de pessoas com algum tipo de deficiência, de acordo com a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) feita em 2019 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), sendo 3,4% com deficiências visuais, 1,1% têm deficiência auditiva, 1,2% têm deficiências mentais, e cerca de 3,8% terem deficiências físicas, a oferta de espaços com acessibilidade é cada vez mais necessária. A adaptação de espaços de cultura para abranger todas as necessidades só demonstra cada vez mais o quanto os espaços podem ser acessíveis para todos.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Cachoeiro de Itapemirim - ES Atualizado às 02h47 - Fonte: ClimaTempo
19°
Poucas nuvens

Mín. 18° Máx. 30°

Dom 33°C 19°C
Seg 33°C 21°C
Ter 30°C 21°C
Qua 28°C 20°C
Qui 26°C 21°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes